O Garrincha


 

Manoel Francisco dos Santos

O Garrincha

O 'Pequeno Pássaro" ferido que levantou vôo para o Brasil


Imprevisível, mágico, elusivo e explosivo são apenas alguns dos muitos adjetivos que as pessoas usam para descrever o adorado Garrincha do Brasil, um
Garrincha Elegante 62 dos melhores artilheiros a usar a famosa camisa amarela até então. Com suas habilidades legendárias para o drible e um olho afiado para o gol, ele ajudou os gigantes da América do Sul a triunfar sucessivamente na Copa do Mundo da FIFA™ de 1958 e de 1962.

Se Pelé é considerado o jogador tecnicamente mais talentoso de todos os tempos pelos brasileiros, Garrincha sempre será lembrado por sua imprudência e criatividade. Audacioso, impetuoso e eletrizante, o pequeno ponta direita fazia os espectadores do mundo todo sorrir.

"O Chaplin do futebol"

Mas a vida de Manuel dos Santos, como seus pais o batizaram, nem sempre foi fácil. Ele lutou constantemente durante sua infância enfrentando obstáculos enormes na perseguição de seu amor pelo futebol. Nascido com uma perna seis centímetros mais curta do que a Jules Rimet e Pai outra em um bairro pobre do Rio, as adversidades se avolumavam desde o início contra o jogador. Anos mais tarde o jovem ignorou os conselhos médicos para desistir do futebol, apesar de ter as pernas muito deformadas por cirurgia corretiva. O famoso apelido 'Garrincha' foi dado por seu irmão mais velho (então com 12 anos) em nome de um dos mais feios passarinhos que habitava o Mato Grosso. "Aleijado, magrela e de pernas tortas com um desvio da coluna" era como ele era descrito quando criança.

 
Com perseverança sobre-humana, o "Pequeno Pássaro" não parou por nada para se tornar um jogador de futebol profissional. Em 1953, depois de ser rejeitado por vários times por causa de seu físico anormal, o brasileiro finalmente foi aceito pelo Botafogo por recomendação de outro de seus jogadores, Gentil Cardoso, que tinha sido humilhado pelo jovem de pernas tortas em um treino.

Jogando profissionalmente pela primeira vez, o brasileiro logo começou a mostrar todo o seu repertório de malabarismos e logo estava vencendo seus rivais na brincadeira, com suas corridas em zigue-zague e mudanças de passo inacreditáveis. Os torcedores brasileiros, amantes da habilidade, logo começaram a adorar sua seleção de dribles, fintas e passos de dança, que enfureciam até os melhores defensores. Foi nessa época que ele ganhou os apelidos de "O Chaplin do futebol" e "O orgulho e a alegria do povo".

 

 

Fonte: FIFA

 


Fotos: Documento

 


 

{youtube}PjlfJ_YRThY{/youtube}

Nunca Mais Garrincha / Never More Garrincha
 

 
 
 

  {amazone asins=3936261512 align=center}Garrincha Títulos, Gols e Tragédias{/amazone}

 

{amazone asins=3518457675 align=center}Goooool! Brasilianer zu sein ist das…{/amazone} 

 

 

 

INFO HOTLINE:
musica@garrincha.de